Fundo do Poço

Sim, você. Você mesmo que está lendo. É você quem está no fundo desse poço. Algumas pessoas estão olhando lá de cima para saber se ainda está vivo. É fato? Ou teria alguma chance de sobrevivência?

No fundo desse poço junto a você tem várias coisas, vou citar alguma delas, posso? Há alguns sonhos que foram frustrados, algumas expectativas não supridas, algumas pessoas que te magoaram, opiniões de pessoas que não tinham interesse algum em te ver bem, porém que se fortaleceram se tornando verdade em seu ser, eu poderia arriscar dizer que a mão que te empurrou para esse poço não foi só uma, talvez até mesmo a sua. Mas, calma. Decerto deve está se perguntando, do por que as suas mãos estão sendo citadas e eu buscarei te responder do porquê acredito que você tenha ajudado ou onde houve o descuido de não perceber o que estavam fazendo – lhe. O principio seria estar eventualmente focado em outras coisas que não eram a si mesmo e quando decidiu se olhar, já parecer tarde demais, mas se me permite mais uma vez te falarei algo: não, não é tarde demais para se restaurar.

No fundo do poço, é escuro e úmido. A sensação de estar lá é  que todos os seus planos e sua história não tem sentido algum, parece não ter mais nexo tornar a superfície e ver um sol que jaz lá em cima. Coragem. Para subir e sair do fundo do poço, precisará de coragem. Coragem para deixar todas as palavras negativas que impuseram como verdade sobre e em você. Coragem para ser protagonista de novos sonhos, esse realmente necessitará que respire fundo, pois, de maneira alguma poderei afirmar que será fácil, pensará que não é possível e que nada mais te animará, mas repito: coragem. Coragem para acreditar em si novamente. Coragem para encarar que na vida nem tudo será flores mesmo, e que é uma pena que antes da chegada até as flores (tendo como sentido debaixo para cima) há os espinhos que nos pegam por sua vez desprevenidos e machucaram, mas coragem para tirar a mão de cima dos espinhos mesmo depois da dor e tornar a se reorganizar e admirar as flores que estão no topo do pedúnculo.

Está falando comigo? o que disse? {suspiro intrigado} Você não tem mais chance de chegar a superfície? Não acha que tem sido cruel consigo? Como assim acredita que não terá mais oportunidade de sonhar novos sonhos e viver novas histórias? Ahhhh, não te entenderei pois a sua dor é profunda demais? Sim, eu sei. Agora, peço que tire a venda que está sobre os seus olhos. Tirou? se sim, leia o que irei te contar: você não está fadado ao fundo do poço, pode até ser que você esteja agora por conta das muitas coisas que te aconteceram, mas ai não é o seu fim, você está aí talvez há um tempo, mas você tem chance sim de sair, apesar disso precisa ter coragem, coragem para se mover, coragem para se ressignificar, coragem mais ainda pra se reinventar, coragem para amar mais um pouco mesmo depois de muitos percalços, no entanto segue, segue subindo, mesmo que em passos lentos, que daqui a pouco você verá novamente o sol brilhar, brilhar em você.

Somos um grupo de pessoas que pensam na vida sob as mais diversas perspectivas. O nosso objetivo é a vida, no que for possível, é salvar vidas, sobretudo, com a informação clara e objetiva. A pessoa humana tem a nossa atenção; afirmamos que, sob nenhuma circunstância o suicídio é justificável, todavia, sob nenhuma aspecto a pessoa deve ser marginalizada, condenada.

Deixe o seu comentário

Suicidologia

Suicidologia

Somos um grupo de pessoas que pensam na vida sob as mais diversas perspectivas. O nosso objetivo é a vida, no que for possível, é salvar vidas, sobretudo, com a informação clara e objetiva. A pessoa humana tem a nossa atenção; afirmamos que, sob nenhuma circunstância o suicídio é justificável, todavia, sob nenhuma aspecto a pessoa deve ser marginalizada, condenada.

error: O conteúdo está protegido !! Vá criar o seu!
google.com, pub-6092656382618265, DIRECT, f08c47fec0942fa0