Kurt Cobain

Kurt Donald Cobain (Aberdeen, 20 de fevereiro de 1967 — Seattle, 5 de abril de 1994). Em 8 de abril de 1994, Kurt Cobain, vocalista e guitarrista da banda grunge Nirvana , foi encontrado morto em sua casa em Seattle , Washington , aos 27 anos . Foi determinado que ele morrera três dias antes, em 5 de abril. O relatório do incidente do Departamento de Polícia de Seattle afirma que Cobain “foi encontrado com uma espingarda no corpo, um ferimento na cabeça visível e uma nota descoberta nas proximidades”.

Apesar da versão oficial do suicídio, várias teorias surgiram oferecendo explicações alternativas para a morte de Cobain. Tom Grant, um investigador particular contratado por Courtney Love, esposa de Cobain, para encontrar Cobain após a sua saída da reabilitação, estendeu sua crença de que Cobain foi assassinado. A teoria de Grant já foi analisada e questionada por programas de televisão, filmes e livros. Os autores e os cineastas também tentaram explicar o que poderia ter acontecido durante os últimos dias de Cobain, e o que poderia tê-lo levado ao suicídio.

Depois da morte de Cobain, Love afirmou à Rolling Stone que Cobain já teria tentado suicídio outras vezes. Em uma turnê pela Europa com a banda, em Roma, na Itália, o guitarrista e vocalista também teria tentado se matar. Defensores da versão oficial (morte por tiro disparado pelo próprio Kurt) cita o vício de Cobain em drogas, depressão clínica, e nota de suicídio escrita à mão como prova conclusiva. Membros da família de Cobain também observaram padrões de depressão e instabilidade em Kurt antes de ter alcançado a fama.


Somos um grupo de pessoas que pensam na vida sob as mais diversas perspectivas. O nosso objetivo é a vida, no que for possível, é salvar vidas, sobretudo, com a informação clara e objetiva. A pessoa humana tem a nossa atenção; afirmamos que, sob nenhuma circunstância o suicídio é justificável, todavia, sob nenhuma aspecto a pessoa deve ser marginalizada, condenada.

Deixe o seu comentário

Suicidologia

Suicidologia

Somos um grupo de pessoas que pensam na vida sob as mais diversas perspectivas. O nosso objetivo é a vida, no que for possível, é salvar vidas, sobretudo, com a informação clara e objetiva. A pessoa humana tem a nossa atenção; afirmamos que, sob nenhuma circunstância o suicídio é justificável, todavia, sob nenhuma aspecto a pessoa deve ser marginalizada, condenada.

error: O conteúdo está protegido !! Vá criar o seu!
google.com, pub-6092656382618265, DIRECT, f08c47fec0942fa0